quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Quando o pesadelo vira sonho…

Por Renato Rovai, em seu blog:



Hoje ao sair da Semana de Jornalismo na Cásper Líbero abri o celular e vi a foto do menino estendido na praia, com sua botinha simples, bermuda jeans e camiseta vermelha. Deu um nó na garganta. Uma vontade de sair gritando. Um misto de raiva, culpa e impotência.

A posição do Papa sobre o aborto

Por Paulo Moreira Leite, em seu blog:

Ao anunciar que padres de todo mundo poderão perdoar mulheres que realizarem aborto e pedir anistia para as pessoas detidas em função de um procedimento que em muitos lugares é considerado crime, o Papa Francisco consumou um ato essencial para reconciliar a doutrina da Igreja com a realidade do mundo contemporâneo.

Menos bico, FHC!

Por Jandira Feghali, no blog Viomundo:

A família Ramphastidae, com mais de 33 tipos de tucanos, tem um hábito curioso. Dorme com o bico enorme escondido sob as asas e a cauda dobrada sobre o dorso, cobrindo a cabeça. Seus parentes na política não seguem a mesma conduta. Talvez a falta de descompostura na arte de abrir tanto o bico para acusar os tenha impedido de esconder seus bicos quando deveriam.

Estadão doou para Aécio. Cadê a grana?

http://ajusticeiradeesquerda.blogspot.com.br/
Por Altamiro Borges

E ainda tem gente que acredita na imparcialidade da chamada grande imprensa. Na análise das contas de campanha do cambaleante Aécio Neves, a relatora do processo, ministra Maria Thereza de Assis Moura, do Tribunal Superior Eleitoral, apontou 15 suspeitas de graves irregularidades. Entre elas, três doações feitas pela famiglia Mesquita, dona do decadente jornal Estadão, ao candidato derrotado do PSDB. Uma delas foi emitida no valor de R$ 52,885,30 e outras duas de R$ 52.982,00. O pior é que nenhuma destas doações foi declarada no TSE, o que caracteriza crime eleitoral. Cadê a grana Aécio?

Jornais escondem falta de água em SP

Por Fernando Brito, no blog Tijolaço:

Aguarda-se que os grandes jornais falem sobre um “pequeno detalhe” na situação de abastecimento hídrico de São Paulo.

Eles, que com qualquer notícia econômica afirmam nos títulos que tal ou qual resultado é “o pior desde o ano tal”.

Seria bom se dissessem aos seus leitores que a situação da água em São Paulo é pior que a do ano passado, quando já era terrível.

Cunha, o lobista, favorece saúde privada

Da Rede Brasil Atual:

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 451, de autoria do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que pretende obrigar as empresas a contratarem planos de saúde para os funcionários, aparentemente, favoreceria os trabalhadores, mas especialistas alertam que a medida vai fragilizar o Sistema Único de Saúde. Nas eleições de 2014, o deputado recebeu, como doação para sua campanha, R$ 250 mil de uma empresa de planos de saúde.

O ombro amigo de Josias de Souza

Da coluna "Notas Vermelhas", no site Vermelho:

O jornalista Josias de Souza, dizem, já conheceu melhores dias. Atualmente, é um dos exemplos mais comoventes da degeneração de um jornalismo que não ousa dizer seu nome. Um jornalismo despido de isenção, despido da mínima preocupação com aquilo que confere credibilidade à informação: a qualidade da produção jornalística. Um jornalismo que atenderia melhor pelo nome de panfleto. Além de tudo, um panfleto mal construído e de direita.

A CPMF e o sultanato rentista

Por Saul Leblon, no site Carta Maior:

É na crise que a distribuição da riqueza adquire transparência transformadora na vida de uma sociedade.

Esse é o momento vivido hoje pelo Brasil.

Será desastroso não saber enxerga-lo.

Transformar essa transparência em um engajamento político capaz de destravar o Rubicão do desenvolvimento, é o desafio que se impõe ao campo progressista nesse momento.

Não há muito tempo a perder.

Petroleiros derrotam Serra, o entreguista

Por Miguel do Rosário, no blog O Cafezinho:

O projeto de Serra - assim como outros do PSDB - é terrivelmente danoso para a Petrobrás e para o país, e vai na contramão da tendência internacional, presente na maioria dos países produtores de petróleo, de ampliar o controle estatal sobre sua produção e reservas.

Por isso mesmo é preciso, mais que nunca, ficar atento aos movimentos no Congresso. A luta pelo controle do pré-sal está no centro da disputa política hoje no Brasil.

Posse na EBC valoriza comunicação pública

Por Tereza Cruvinel, no seu blog:

Pode soar extravagante falar em afeto por uma instituição mas é algo assim o que sinto pela EBC. À sua construção, ao lado de tantas outras pessoas, dediquei quatro anos (2007-2011) de grande esforço profissional, superei limitações, fiz alianças, suportei ataques, engoli injustiças e aprendi muito. Deixamos um bom e indiscutível legado. Por continuar acreditando em sua importância para a democratização das comunicações no Brasil, a posse do jornalista Américo Martins como novo diretor-presidente, nesta quarta-feira, 2/9, desperta conforto e esperança nos que valorizam a comunicação pública.

Aécio: ‘pai adotivo’ do tucano terrorista

Por Paulo Nogueira, no blog Diário do Centro do Mundo:

Sabe aquele sujeito que enche as pessoas de cachaça numa festa e depois reclama que elas se comportaram como bêbabas?

É Aécio falando do advogado desvairado que gravou um vídeo no qual ameaça Dilma de morte.

Desde que perdeu as eleições Aécio vem distribuindo cachaça a analfabetos políticos e desvairados em geral com sua patética inconformidade em aceitar que foi batido nas urnas.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

SP devia se livrar da "praga" do Alckmin

Por Altamiro Borges

Durante um evento em Cuiabá neste fim de semana, que marcou a filiação do tucano enrustido Pedro Taques (governador do Mato Grosso) ao PSDB, o "picolé de chuchu" Geraldo Alckmin surpreendeu a plateia de apaniguados ao fazer um duro discurso contra a presidenta Dilma e o seu partido. "Temos que nos livrar dessa praga que é o PT. O PT do desemprego, da inflação, dos juros pornográficos e da praga do desvio do dinheiro público. Hoje é tempo de honestidade", esbravejou o governador paulista - sem se referir ao trensalão tucano ou aos escândalos de corrupção na Receita e na PM do Estado.

"Esqueçam as minhas bravatas", pede FHC

Por Altamiro Borges

Numa curiosa reunião com dirigentes do PSOL, nesta segunda-feira (31), o rejeitado FHC negou que tenha sugerido a renúncia de Dilma Rousseff. Segundo relato da Folha, "o grupo, recebido pelo ex-presidente em seu instituto, foi liderado pela ex-deputada Luciana Genro, que se notabilizou por embates com o tucano Aécio Neves na campanha eleitoral de 2014. Há duas semanas, Fernando Henrique afirmou, em texto publicado em sua página no Facebook, que a renúncia da presidente seria um 'gesto de grandeza'. Aos dirigentes do PSOL, ele disse que a sua declaração foi interpretada de modo equivocado, e que o sentido da manifestação foi: 'Ou renuncia ou governa'".

Os ricaços da Globo e os 400 demitidos

Por Altamiro Borges

A jornalista Cláudia Penteado, da agência Propmark, postou nesta segunda-feira (31) que a bilionária famiglia Marinho deverá demitir cerca de 400 funcionários dos jornais O Globo e Extra nos próximos dias. Nos inúmeros veículos do império global nesta terça-feira nada sobre o facão - nem desmentido, nem confirmação. O clima nas redações, porém, é de terror e revolta. Na sexta-feira, a revista Forbes divulgou o ranking dos bilionários brasileiros. Os três filhos de Roberto Marinho aparecem em quinto lugar na lista, cada um com uma fortuna de R$ 23,80 bilhões. E, como sempre ironiza Mino Carta, ainda tem jornalista que chama o patrão de companheiro. Baita companheiro!

Feliciano e show de horrores em Sampa

Por Altamiro Borges

O jornal Valor informou nesta segunda-feira (31) que "o pastor e deputado federal Marco Feliciano aceitou o convite do PSC e será lançado candidato à Prefeitura de São Paulo nas eleições de 2016. A decisão foi confirmada pela assessoria de imprensa do parlamentar. Integrante da bancada evangélica, Feliciano tem pautado seu mandato pela 'defesa da família' e por bandeiras religiosas, como o ensino do criacionismo nas escolas públicas e privadas do país. Na Câmara, o pastor também ficou marcado por declarações polêmicas contra homossexuais e o casamento gay". 

Cunha quer punir críticos da internet

Por Altamiro Borges

Blindado até recentemente pela velha mídia, o lobista Eduardo Cunha nunca gostou dos sites e blogs independentes. Agora, segundo informa Wilson Lima, do Congresso em Foco, ele pretende calar de vez os seus críticos: "A Câmara prepara um projeto de lei para acelerar a identificação e a punição de pessoas que criam páginas ofensivas e difamatórias contra parlamentares na internet. O texto também vai responsabilizar criminalmente os provedores, portais e redes sociais que hospedam esses sites. A proposta, que tem o apoio do presidente Eduardo Cunha, está em fase final de elaboração e deve ser apresentada em setembro pelo procurador parlamentar, deputado Cláudio Cajado (DEM-BA)".

Aécio Neves e a seletividade da mídia

Por Sergio Lirio, na revista CartaCapital:

Na batalha de Itararé, confronto inexistente, em que se transformou sua sabatina no Senado, o procurador-geral Rodrigo Janot recorreu a um surrado ditado para jurar isenção e senso republicano: “Pau que bate em Chico bate em Francisco”. Foi uma resposta às provocações inúteis do senador Fernando Collor, denunciado no escândalo da Petrobras por Janot, a quem chama de Janó.

Cunha na ONU e a liberdade de expressão

Por Renata Mielli, no blog Janela sobre a palavra:

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, foi aos Estados Unidos para participar da 4ª Conferência Mundial de Presidentes de Parlamentos, promovida pela União Interparlamentar. A UIP é parte do Sistema ONU, que é formado pelos seis principais órgãos da Organização, bem como por agências especializadas, Fundos, Programas, Comissões, Departamentos e Escritórios.

Cunha foi para a Conferência em Nova York defender a democracia brasileira.

Malcon e a morte dos jovens negros

Do site da UJS:

A família do ativista Preto Zezé, presidente da Central Única das Favelas (Cufa), amanheceu mais triste neste domingo. O filho dele, Malcon Jonas do Nascimento Lima, de 17 anos, foi assassinado a tiros no sábado (29). A presidenta Dilma e o ex-presidente Lula lamentaram a morte do jovem e enviaram solidariedade ao pai.

O Mapa da Violência mostra que o Brasil registra, em média, 28 jovens entre 11 e 19 anos assassinados por dia. Segundo a CPI da violência 77% destes são negros e 93,3% pobres, moradores de periferias. Estes estudos não se tratam de números, e sim de vidas cheias de sonhos, como a de Malcon. A morte de jovens negros no Brasil não é só uma estatística, é a destruição sistêmica e seletiva do futuro do país. Lula disse que este crime reafirma, uma vez mais, a urgência de se enfrentar a violência contra a juventude negra.

Ajuste fiscal e o desemprego em alta

Por Ana Luíza Matos de Oliveira, no site Brasil Debate:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou que a taxa de desocupação do segundo trimestre de 2015 foi de 8,3% (medida de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Trimestral), a maior desde 2012, quando o levantamento começou a ser realizado.

O desemprego no segundo trimestre do presente ano foi maior que no trimestre anterior (7,9%) e maior que no segundo semestre de 2014 (6,8%). Os dados também mostram que a renda média real caiu 0,5% em relação ao trimestre anterior, apesar de ainda acumular alta de 1,4% em relação ao mesmo trimestre no ano passado.