sábado, 30 de março de 2013

Globo e Dilma derrotarão a blogosfera?

Por Renato Rovai, em seu blog:

Azenha anunciou que vai fechar o Viomundo depois de perder ação na justiça movida pela Globo. É uma notícia-bomba. Uma derrota parcial da luta pela democratização no país. E quando alguém perde, outro alguém ganha. Os vencedores são os grandes grupos econômicos de comunicação, mas também uma boa parte do governo que anda mais preocupada com negócios do que em construir políticas públicas que modifiquem a imensa concentração deste segmento.

No momento, estou em Tunis, na Túnisia, cobrindo o Fórum Social Mundial. Antes de vir pra cá estive em Brasília. Conversei com muita gente. E confirmei o que já imaginava. Primeiro, que o governo Dilma não vai mexer no que considera um vespeiro, a regulamentação da comunicação. Segundo, que o ministro Paulo Bernardo deixou de ser apenas uma adversário desta tese. Passou a se um inimigo. E mais do que isso, agora instrumentaliza nossa luta para conquistar ainda mais poder.

Bernardo hoje é o homem dos grandes grupos de comunicação no PT. É o sujeito que livra as teles e a Globo dos “monstros” que querem a regulamentação e a democratização. E o que fazemos, no fundo, o ajuda a ampliar seu poder. Foi neste contexto que seu secretário-executivo, Cezar Alvares, teria dito a frase de que o governo Dilma não faria a regulamentação das comunicações. Aquilo não foi um deslize. Foi a assinatura de um contrato público com o povo da radiodifusão. Foi a Carta ao Povo Brasileiro de Dilma com esses setores. Eles queriam um sinal claro. Bernardo deu.

Mas não é só isso. Paulo Bernardo (e não só ele) também tem se referido a blogueiros como vagabundos e pilantras. E completa a frase com “e o governo ainda sustenta essa gente…”. Convenhamos, isso é bobagem. O que não é bobagem é que ele tem feito pressão pessoal para que ninguém mais apoie os poucos veículos que ainda recebem alguma verba publicitária. (Aliás, se você quer saber o tamanho deste apoio, leia este artigo do Miguel do Rosário.)

Nos Correios, por exemplo, a ordem é clara. Se algum centavo for destinado a esse “povo”, cabeças rolarão. Procure algo dos Correios em qualquer veículo da mídia alternativa ou livre. Mas também procure na Veja, na Globo, na Folha e no Estadão…

Azenha não está anunciando o fechamento do seu blogue por causa da Secom e do Paulo Bernardo. Mas também não está fazendo isso só por causa da Globo. Se a gente tivesse nesta luta pela democratização da mídia, mas não se sentisse sendo usado, talvez ele não tivesse tomado esta atitude.

Espero que ela ainda reflita e que um movimento cidadão o anime a seguir em frente. Azenha nunca teve um centavo de recurso público no seu blogue. E desde que o conheço nunca se mostrou interessado neste tipo de financiamento. Mas ele sonhou junto com muitos de nós que teríamos condição de melhorar a correlação de forças da comunicação no Brasil. Imaginou que tínhamos aliados. E ouviu, como eu, discursos de muitos se comprometendo com a causa.

E com o tempo passando, foi percebendo que só estávamos sendo usados. É este o exato sentimento: usados. E talvez essa sua decisão seja um sinal para um movimento que pode se tornar bastante importante. O Azenha não pode ficar sozinho nisso. É hora de refletir.

10 comentários:

ALMANAKUT BRASIL disse...

Pois é, sucessor de Franklin Martins, o sucessor de Hélio Costa (ambos ex-globais): Outrora, por muito menos o silêncio das ditaduras era contestado também por vagabundos e pilantras, só que até agora o barulho das mídias, o preferido de Dilma, não enriqueceu a companheirada da blogosfera, porque ela ainda não sentiu o gostinho de possuir um cartão corporativo!

Ignez disse...

É repugnante pensar que o governo alimenta as cobras que o devoram e tenta sufocar a resistência de quem o defende. Que espécie de suicídio é esse? Que armação é essa que fomenta armadilhas contra os chamados blogueiros "sujos" que lutam pela democratização da mídia, que dão voz a todos nós e que mostram a outra face da moeda que a mídia oligopolizada esconde? Repudio o comportamento de Paulo Bernardo. Na verdade o considero vil. O mais vil dos "amigos" do cidadão, do povo brasileiro. Ele poderia ir para Globo trabalhar abertamente. Pra que disfarçar o que já se mostra como consumado? Amanhã o golpe de estado vai completar 34 anos. Paulo Bernardo vai desfilar comemorando? A situação do Viomundo causa indignação, mas me sinto desanimada...Aguardo outras reflexões.

Shiwinha disse...

Altamiro, do que adianta milhares de pessoas anônimas apoairem o governo do PT na blogesfera, se ele não estão nem aí para a regulamentação do setor? Será que essa luta está valendo apena?

Mauricio disse...

Muitas vezes eu tenho dificuldade em entender o que realmente quer a chamada blogosfera progressista. O Azenha, por exemplo, não quer ajuda estatal de forma alguma. Muito bem: então a solução está em sobreviver como empresa privada, ou à custa de publicidade, ou cobrando assinatura do blog, como faz o Miguel do Rosário. Se o Azenha não consegue sobreviver, com a quantidade de seguidores que tem, o que pensar de muitos outros blogueiros que não são tão acessados? Notei que ele ficou desiludido com o governo, especialmente depois de certo encontro de blogueiros com Lula. A linha editorial do Viomundo é independente com relação ao PT, para dizer o mínimo. Não entendo o que os blogueiros esperavam do governo Dilma, nem como o governo poderia usar a blogosfera para a propaganda institucional. Sei que se o governo começar a destinar verbas para a blogosfera o segmento crescerá muito, como aconteceu com nossos 30 partidos políticos que disputam o fundo partidário. Outro problema é que a imprensa, no Brasil, é tida como um dos pilares do sistema político. Não foi o PDT, partido da base governista, que pediu ao STF o fim da Lei de Imprensa? Esse pedido deu azo a que o ministro Ayres Brito mostrasse toda sua verve poética em um voto de 100 laudas: “quanto mais a democracia é servida pela imprensa, mais a imprensa é servida pela democracia. Como nos versos do poeta santista Vicente de Carvalho, uma diz para a outra, solene e agradecidamente, “Eu sou quem sou por serdes vós quem sois”. Segundo Ayres Brito, futuro colega de FHC na ABL, a imprensa e a democracia são irmãs gêmeas. Qualquer lei que tenha a pretensão de apartá-las será fulminada de inconstitucional pelo STF, guardião do estado brasileiro. Voltando ao Viomundo, para mim ele terminou já faz uns dez dias. Não consigo acessá-lo mais, não sei por qual motivo, que deve ser técnico.

Anônimo disse...

Quantos apelos fizemos, companheiro Altamiro, pelo rompimento com esse governo neoliberal, a favor dos grandes grupos de mídia? Liberte-se! Rebele-se!

relme magno disse...

Eu que tenho como fonte de informação, quase exclusivamente a blogosfera e,acompanhei o papel fundamental que esses guerreiros desempenharam na campanha presidencial que, findou com a vitória da Dilma. Foram esses caras através, de seus esforços grandiosos que, representaram um contraponto indispensável à velha imprensa, onde o que se via era, uma campanha dirigida para derrota do PT. Pois bem, e agora é esse o tratamento dispensado pelo governo do PT aos que lutaram ao seu lado e ainda hoje lutam, é verdade. Sou um defensor do PT, portanto sou petista, agora, estou me sentindo traído e usado pelo governo que nós ajudamos a eleger. O PT, não pense que reeleição da Dilma, será fácil. Sem a blogosfera como aliada nessa empreitada, eu diria que a oposição terá grandes chances. A conferir!

Emilio Kelvin disse...

enquanto o governo Dilma estiver seguindo a pauta da mídia venal e golpista , dominada pelo neoliberalismo que controla o setor de comunicação e outras empresas estatais promovendo o sucateamento, a volta das privatizações, o aumento da violência e da censura, infelizmente vamos assistir a este "desmonte"da imprensa alternativa, que tanto tem combatido em favor da Dilma.

Luis disse...

Paulo iBernardo deve ser expulso do PT!!!

Anônimo disse...

Deve existir um dossier sobre Bernardo com informacoes muito, muito incovenientes. E alguem deve ter engavetado esperando o mehor momento para tira-lo da gaveta...

Anônimo disse...

Lavem a bôca suja antes de falarem de Dilma, de seus ministros e do PT. A democracia, por nós conquistada, lhes dá várias alternativas, várias. Dilma e o PT têm apoio dos brasileiros pelo voto e pelas recentes pesquisas. Já vocês falastrões, pequenos burgueses, têm apoio de quem??? 2014 está aí, sigam seus caminhos, aócio, serra, marina's, eduardo's, voto nulo, voto em branco, ou venham participar e disputar posições, bando de abestalhados. Nunca tiram a bunda da cadeira e ficam aporrinhando quem está mudando o Brasil.