sábado, 12 de março de 2016

PM invade plenária pró-Lula em sindicato

Da revista Fórum:

A Polícia Militar invadiu, na noite de ontem (11), uma plenária que acontecia na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em Diadema (SP). O encontro, realizado em solidariedade ao ex-presidente Lula, seguia normalmente até a chegada dos agentes, que intimidaram e anotaram informações sobre os participantes. Os policiais apareceram no local com quatro viaturas e armamento pesado, alegando estarem ali para ‘averiguações’.

A reunião contava com militantes e políticos, como o deputado federal Vicentinho e os deputados estaduais Teonílio Barba e Luiz Turco. “Eles disseram que ficaram sabendo que era uma reunião em apoio ao Lula e foram até lá. O maior absurdo! A coisa está feia. Conclusão: o sindicato ficou cercado pela polícia. Os PMs estavam armados até os dentes, com metralhadora e tudo”, contou Turco.

“Fomos surpreendidos com a chegada da Polícia Militar que entrou no prédio do sindicato, sem justificativa, de forma ostensiva, criando um clima de tensão muito grande entre os companheiros presentes. Estamos vivendo uma séria ameaça ao Estado de Direito que nos preocupa profundamente”, protestou Barba em uma rede social.

7 comentários:

Anônimo disse...

Este e' o problema de um governo republicano que espera que vai haver dialogo com facistas. Nao da mais para esperar, depois desta, Dilma tem que mandar o exercito tomar a PM de SP. Ela nao pode fraquejar, isto e' um ataque aos direitos e liberdades individuais. Ou ela age agora ou cai. SP mostra que quer governar o Brasil sem seguir a lei, a ordem e mais a constituicao federal.

Anônimo disse...


Mente daqui e mente dali: advogado diz que “delação” da Istoé é falsa

Por conspícuo e intrépido jornalista Fernando Brito
12/03/2016

A onda de canalhice da chave de cadeia da delação premiada, somada à irresponsabilidade de um imprensa sem critério, que “come na mão” de qualquer meganha ou promotor-vazador (quando não de advogados espertos, que querem “valorizar o passe” de uma delação de seu cliente encalacrado acaba de produzir mais uma.
Agora, é Antonio Figueiredo Basto, advogado de Alberto Youssef, amigo de Beto Richa e, agora, defensor de Delcídio Amaral soltou uma nota dizendo que a suposta delação premiada do senador é falsa e também o são os documentos reproduzidos pela Istoé para sustentá-la.
Tudo virou safadeza, propaganda, irresponsabilidade, terrorismo.
(...)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://tijolaco.com.br/blog/mente-daqui-e-mente-dali-advogado-diz-que-delacao-da-istoe-e-falsa/comment-page-1/#comment-262199

***

[LÁ VEM O MATUTO QUE SENTE CHEIRO DE GOLPE DESDE O DIA EM QUE NASCEU EM PINDORAMA!]

O ÁLIBI PERFEITO PARA SAFAR O ‘AÉCIO FURNAS’ DO [MEGA]ESCÂNDALO DE FURNAS

Os estragos colossais já foram irreversivelmente feitos à reputação do [eterno] presidente Lula, da presidente Dilma Rousseff e do PT!
Ponto final vitorioso para o DEMoTucano ‘Aécio 1/3 El Chato Furnas Forever’!
Livrou-se do (mega)escândalo de Furnas antes mesmo que o *procurador parcial (sic) da República ‘anunciadamente mandasse arquivar sumariamente as denúncias’, sobretudo, as fundamentadas em insofismáveis provas documentais…
Inclusive, mais que nunca, o ‘Aécio Furnas’ poderá comandar pessoalmente à patacoada golpista de amanhã!
À guisa de um Arcanjo emplumado – e bicudo!
A favor da moralidade pública – e do combate sistemático e incessante à corrupção!

RESCALDO:
‘nois’ estamos ‘fritinhos da Silva’!
E o óleo que unge a frigideira não é o do pré-sal!
O óleo do pré-sal é exclusivo dos gringos!



*procurador parcial (sic) da República o senhor ‘Rodrigo Brindeiro Fernando Barbosa Moro Gurgel’ ‘O Sonso geral da nação [em frangalhos]’; “um sujeitinho à toa, um ressacado, sem eira nem beira, um fascista da pior extração”, segundo o senador Fernando Collor de Mello, declaração proferida em discurso memorável da tribuna do Senado Federal
O trio antinacionalista/entreguista (S)erra/Renan/Aécio que o diga!



***

“[Procurador geral Rodrigo Janot] Um sujeitinho à toa, um ressacado, sem eira nem beira, um fascista da pior extração”, segundo o senador Fernando Collor de Mello, declaração proferida em discurso memorável da tribuna do Senado Federal

https://www.youtube.com/watch?v=NIJr46jV-5g

marluce disse...

O governador tem que explicar isto!!!!




Jose Roberto de paula rodrigues disse...

Pergunte para o Merval se ele ficou sabendo do ocorrido no sindicato em Diadema. Isso sim que é violência. Já que ele anda tão preocupado com ela.

Unknown disse...

Me perdoe o Barba, mas ele se enganou.
Não existe ameaça ao estado de direito.
O estado de direito deixou de existir quando o juiz Moro adquiriu carta-branca para fazer o que quer da forma como quer.
E esse estado de coisas tem dois responsáveis: A presidente Dilma e seu republicanismo tosco e o ex-ministro da justiça o Cardozo que nada fez.
Esse último passará a história como um covarde!

Anônimo disse...

Tão querendo? Então vão ter. Lula 2018!

italo disse...

Instituições usadas para vitaminar os ânimos da tropa, lutando ao lado de corruptos carregados de provas contra, para chegar a Presidência. No voto não vai.