sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Jandira detona a Globo, que estrebucha!

Por Altamiro Borges

No debate ao vivo da TV Globo entre os candidatos à prefeitura do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (29), a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) fez o que muita gente tem vontade de fazer, mas não tem espaço. Com coragem e altivez, ela detonou o império midiático da famiglia Marinho. "Boa noite. Nós estamos aqui na TV Globo e eu não poderia deixar de registrar que esta emissora apoiou o golpe contra a democracia e contra uma mulher eleita que foi cassada sem qualquer crime". Meio atordoada, a mediadora do debate, Ana Paula Araújo - não se sabe ainda se por servilismo ou ordens superiores -, produziu um imediato e patético direito de resposta: 

"A TV Globo não é obrigada a realizar debates. Se a emissora faz isso é justamente por seu apreço à democracia, inclusive se expondo a ter críticas ao vivo dos candidatos. Quero lembrar também que não é a Rede Globo que está sendo avaliada aqui, são os candidatos e é você de casa que vai poder ver as propostas, comparar as ideias e ver quem é que tem mais compostura e competência para ser prefeito do Rio de Janeiro". Na plateia, alguns puxa-sacos aplaudiram a apresentadora, mas nas redes sociais a resposta mentirosa virou alvo de galhofas. De fato, a TV Globo perdeu a "compostura".

Que a emissora da famiglia Marinho é golpista muita gente já sabe no país. Os mais velhos lembram-se do seu papel nefasto na preparação do clima para o golpe militar de 1964. Lembram também de que a TV Globo fez fortuna com os generais no poder, usufruindo de várias benesses e mamatas. Lembram, ainda, da sua omissão na luta pela redemocratização do país, quando mentiu sobre o ato pelas Diretas-Já em São Paulo. Já os mais novos presenciaram o papel do império global no "golpe dos corruptos" que resultou na farsa do impeachment de Dilma. Tanto que nas ruas os manifestantes sempre entoam duas palavras de ordem: "Fora Temer" e "O povo não é bobo, fora Rede Globo". Outra também é muito gritada; "A verdade é dura. A Rede Globo apoiou a ditadura... e ainda apoia".

Ao afirmar que a emissora promove debates por "seu apreço a democracia", a mediadora caiu no ridículo. Ela foi mais realista do que o rei, foi mais cínica do que os filhos de Roberto Marinho. Todo mundo já sabe que a TV não tem nenhum apreço pela democracia. A TV Globo só realiza os debates entre os candidatos - sempre em posição privilegiada, no último dia fixado por lei para a campanha eleitoral - porque isto lhe rende audiência e anúncios publicitários. Como registrou o site "Notícias da TV", por exemplo, "o debate entre candidatos a prefeito de São Paulo, promovido ontem (29) pela Globo, alavancou a audiência da emissora. Mediado por César Tralli, ele registrou 22,6 pontos, o que representa um aumento de 35% na audiência".

*****

Leia também:





1 comentários:

Marcelino Kotarski disse...

Infelizmente somos reféns desta mídia golpista, que leva o país ao retrocesso.