segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Reforma da Previdência: Acorda midiota!

Por Altamiro Borges

A jornalista Mônica Bergamo publicou nesta segunda-feira (5) na Folha fascista – o jornal da abjeta famiglia Frias que apoiou o golpe de 1964, chamou a sanguinária ditadura militar de “ditabranda” e prega maior repressão contra os manifestantes que exigem o “Fora Temer – uma nota que deveria servir de alerta até para os “midiotas” mais tapados:

“O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, aconselhou o governo a não mandar para o parlamento a proposta que estabelece a idade mínima das aposentadorias antes das eleições municipais. Michel Temer tem dado declarações de que o projeto sobre o tema será enviado ainda em setembro”.


O deputado do DEM, um neoliberal convicto que não deve gerar ilusões ou conciliações, avalia que o envio agora da reforma previdenciária pode “colocar os candidatos da base de Temer na defensiva” nas eleições municipais e favorecer as candidaturas de esquerda. Para o demo, o usurpador não deve se precipitar para evitar a indignação popular no pleito de outubro.

Ou seja: Rodrigo Maia prega que o covil golpista só explicite sua proposta – que prevê o aumento da idade de aposentadoria para 65 ou 70 anos e outras barbaridades – após a falsa e hipócrita campanha dos candidatos à prefeitura e à vereança dos golpistas. Desta forma, os inimigos dos aposentados e dos pensionistas poderiam ser eleitos sem maiores cobranças dos eleitores. 

Haja manipulação! Diante deste novo golpe, fica o alerta: Acorda midiota! Mesmo os que saíram às ruas – manietados pela imprensa venal – para rosnar pelo "Fora Dilma" deviriam ficar mais espertos diante das manobras do Judas Michel Temer. Uma coisa é ser massa de manobra. Outra é ser besta!

*****

Leia também:






1 comentários:

MRS disse...

Indignação e desânimo. Estas são as palavras que ttraduzem meu sentimento em relação a esse assunto! Assim como milhões de brasileiros trabalho desde os 15 anos de idade. No meu caso desde os 19 sou professora, serão 50 anos ininterruptos de muito trabalho e destes 46 em sala de aula. Fico preocupada com a qualidade da aula que serei capaz de oferecer...

<