quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Mineiros internam o cambaleante Aécio

https://ajusticeiradeesquerda.blogspot.com.br/
Por Altamiro Borges

O cambaleante Aécio Neves ficou desnorteado com o resultado da eleição em Belo Horizonte. Diante da surra que o seu candidato, João Leite, levou no segundo turno do pleito na capital mineira, ele tem repetido à imprensa - como um papagaio, ou melhor, tucano - que "não me sinto derrotado". Mas seu discurso não convence ninguém. No interior do PSDB, ele já é visto como carta fora do baralho para a sucessão presidencial de 2018. Geraldo Alckmin, o governador paulista que fez barba e cabelo nas eleições municipais no principal Estado do país, não esconde a sua alegria e já sinaliza que vai rifar o mineiro do comando nacional do partido. A própria mídia tucana, que sempre blindou o cambaleante, já trata o senador Aécio Neves como uma figura política em decadência, que tende ao ostracismo.


A revista Época, por exemplo, já decretou: "Aécio perde na vitória do PSDB". Segundo a matéria, "a derrota de João Leite é mais um fator negativo em um cenário que não tem sorrido para Aécio. Do ponto de vista mineiro, ele perde uma eleição municipal que parecia ganha desde o início, pois Leite era um candidato forte em uma disputa na qual não havia o PT; Alexandre Kalil surgiu como azarão, de um partido minúsculo [PHS], e venceu. Uma derrota assim é mais doída. E Aécio Neves perde novamente em casa: em 2014, ele foi derrotado em Minas por Dilma na disputa presidencial... Na ocasião, o resultado foi decisivo para sua derrota nacional. Apesar de não haver um político mineiro de maior expressão nacional hoje, a liderança de Aécio no Estado não parece ser tão firme".

A reportagem, embora generosa com os tucanos, lembra ainda as sangrentas bicadas no ninho. "Do ponto de vista partidário, a derrota também chega em um momento de fragilidade para Aécio Neves. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, enxerga-se como concorrente de Aécio à vaga de candidato do partido à Presidência da República em 2018... Em contrapartida à derrota de Aécio hoje, o candidato de Alckmin à prefeitura de São Paulo, João Doria, elegeu-se de forma surpreendente no primeiro turno. Alckmin pode sorrir; Aécio, não. Nas negociações internas, Alckmin está 'com moral' para exigir mais espaço no partido e avançar; Aécio tem de defender-se".

No mesmo rumo, mas de forma mais incisiva, a Folha de S.Paulo - que nunca nutriu muita simpatia pelo mineiro - conclui que a derrota do tucano em Belo Horizonte deve encerrar o seu ciclo político. "Aécio Neves (PSDB-MG) fará o único discurso possível diante da terceira derrota consecutiva dentro de sua própria casa, Minas Gerais. Dirá que, como presidente nacional do PSDB, conduziu o partido a uma vitória sem precedentes nas eleições municipais em todas as unidades da federação. É verdade, mas não muda o fato central para o xadrez partidário do qual ele é protagonista ao lado do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). No duelo surdo que os tucanos travam pelo poder na legenda com vistas à eleição presidencial, em 2016, o vitorioso é o paulista".

A política é sempre muito dinâmica. Mas, de fato, parece que neste momento os mineiros decidiram internar o cambaleante Aécio Neves. Os próximos meses, com a disputa sangrenta pelo comando do PSDB, decidirão o futuro do senador mineiro. Ele até poderá curtir mais a vida no Leblon!

12 comentários:

Ester Nepomuceno disse...

Já vai tarde Aécio Noiado Neves. Fica quieto ai no Rio. Minas e nem o Brasil merecem uma salafrário como você. Agora, poder que no Mater Dei sobre uma vaguinha para você.

Cícero disse...

Aécio Neves encontra-se em estado cambaleante, quadro que, nos próximos meses, pode evoluir para o estado moribundo. Alckmin roubou a cena, e ainda tem Serra que corre por fora.

Anônimo disse...

PT PCdoB PSOL foram varridos da política tupiniquim pelo povo...

Boomerang disse...

A cara de Aécio ultimamente está mais para aquele pangaré que pyxa a Carrocinha do catador de lixo, desolado, sem esperança e grandes olheiras ao redor dos olhos, com os cascos feridos aos tombos, já não aguenta ficar de pé e os tucanos em vez de lamber estão bicando as suas feridas, dessa forma suas chegas já mais irão sarar, será consumido pelas feridas das derrotas.

Anônimo disse...

Melhor governador que Minas já teve. Foi reeleito e saiu com 92% de aprovação. Atuante como Senador. Tem minha admiração pq sempre combateu a ORCRIM.

OZMAR disse...

AÉCIO JA VAI TARDE, AGORA O SENHOR DA MERENDA, DO TRENSALÃO, DAS OBRAS SUPERFATURADAS SER VENCEDOR EM SP É UMA PIADA, SÓ FALTA DIZER Q SERRA O VAMPIRO DA SAÚDE TB FOI VITORIOSO, POBRE PAULISTAS, Q SP SE AFUNDA CADA VEZ MAIS...

Sandra Lúcia Morais Lima disse...

Troco um pelo outro e não quero volta.

Santos Damasceno disse...

O aecim vai ganhar uma vaga em Curitiba

Dirce da Silva Pires de Lima disse...

Político safado político morto pra eleições e ninguém melhor que os mineiros para dar um basta eles conhecem Aecim

rbbolsona disse...

Agora vamos ao Moro e `a justiça comum.

Roberto Costa Carvalho disse...

Do caldeirão, onde vinha sendo cozinhado há muito tempo, para a mesa da copa: é hora do jantar.

Carlos Menezes disse...

No Rio não, por favor. Manda esse traste para Miami.