quarta-feira, 26 de abril de 2017

Gilmar Mendes protege o cambaleante

Por Altamiro Borges

Se depender do ministro Gilmar Mendes, líder da bancada do PSDB no Supremo Tribunal Federal (STF), nenhum grão-tucano será investigado, julgado, condenado e - muito menos - preso no Brasil. Nesta quarta-feira (26), ele decidiu suspender o depoimento do cambaleante Aécio Neves à Polícia Federal no inquérito que apura o escandaloso esquema de corrupção na estatal mineira Furnas. Com mais esta sinistra decisão, o senador e presidente nacional do PSDB - que também é o mais citado nas "delações premiadas" dos executivos da Odebrecht - poderá continuar curtindo a sua vida de luxo e prazeres nas belas praias do Rio de Janeiro.

Como observa a revista Fórum, a proteção garantida pelo ministro Gilmar Mendes ao amigão Aécio Neves não tem qualquer justificativa. "Em 21 de fevereiro, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou uma petição ao Supremo Tribunal Federal solicitando autorização para que a Polícia Federal tomasse o depoimento de Aécio, apontado como beneficiário de um esquema de desvio de verbas da empresa. Mas a defesa de Aécio alegou violação à Súmula Vinculante 14, relatando que lhe foi negado acesso a depoimentos já produzidos". Bastou este pedido, para Gilmar Mendes - que só é inflexível com os seus inimigos políticos - suspender a visita do grão-tucano à Polícia Federal.

A relação amigável entre os dois já é antiga e bastante conhecida. "Em maio de 2016, Mendes chegou a suspender as diligências sobre o caso de Furnas e devolver o processo para Janot, mas no início de junho reviu a decisão, após ser lembrado pelo PGR de que havia novos indícios no caso e de que o ministro, sem anuência da procuradoria, não poderia se recusar a dar prosseguimento ao inquérito. Em novembro, Gilmar Mendes renovou a autorização para investigação por mais 60 dias, prazo que se esgotou em fevereiro. Janot pediu então um novo prazo de 60 dias para investigar o tucano". Com estas manobras protelatórias, Aécio Neves segue livre e solto - e ainda tem a pachorra de proferir os seus discursos enfadonhos e cínicos em defesa da "ética na política". Vida que segue!

*****

Leia também:

Por que a Lava-Jato não investiga Aécio?

Aécio Neves anda sumido. Virou pó?

Aécio Neves finalmente “será comido”?

Quem ainda confia em Aécio Neves?

Gilmar Mendes, Aécio e os fichas-sujas

Aécio Neves fugiu do bafômetro na TV?

Aécio Neves nega propina... e bafômetro

Aécio: "o primeiro a ser comido" no Senado

As viagens de Huck e Civita no AeroAécio

Cabral e Aécio: por que só um está preso?

Delcídio dedurou Aécio. E agora, Moro?

Aécio Neves, o cambaleante (in)feliz

Aécio é uma tremenda fraude da mídia

1 comentários:

Dilma Coelho disse...

O sinistro: Ó paixão, o que não faço por você. Não pude usufruir das minhas férias só pensando em sua defesa. Fique tranquilo, sempre estarei por perto e te salvarei. Estamos unidos na canalhice.