quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Mantega e as monstruosidades da Lava-Jato

Por Paulo Nogueira, no blog Diário do Centro do Mundo:

Que a Lava Jato é fundamentalmente injusta sabemos.

Que ele é um arma da plutocracia para destruir o PT e Lula sabemos.

Que ela faz uma parceria indecente com a mídia, sobretudo, a Globo, sabemos.

Que ela ajuda o Brasil a ser uma República das Bananas, sabemos.

Mas que ela é canalha, miseravelmente canalha, desumanamente canalha tivemos a prova nesta manhã de quinta no curso da Operação Arquivo X.

O nome, aliás, não poderia ser mais apropriado. Depois do power point que parecia feito por alienígenas sob o comando de Dallagnol, tinha mesmo que vir a Operação Arquivo X.

Prender Mantega no hospital, quando ele velava a mulher submetida a uma cirurgia, ultrapassa todos os limites da decência.

É coisa que a gente não consegue imaginar nem em ação policial nazista. Ou, para ficarmos no tema presente, nem nos tribunais alienígenas.

Descemos novos degraus no índice da civilização. Pense como a opinião pública britânica reagiria se tamanha brutalidade ocorresse lá. Todo o comando policial ligado a ela seria expelido devido à pressão da sociedade. Orwell cunhou a expressão “decência básica” para evitar tais monstruosidade.

Nem na Revolução dos Animais Orwell concebeu uma baixeza de tal magnitude.

Mantega é um homem lhano, acusado de coisas que só no Planeta Lava Jato são cabíveis. Um dia, espero que não tão longe, saberemos quantas mentiras estavam e estão associadas às acusações da Lava Jato.

Tão repulsiva quanto a ação em si para prendê-lo foi ver a reação de débeis mentais manipulados pela mídia plutocrata.

Aplausos dementes, palmas ensandecidas: nem um miserável sinal de humanidade.

Eis no que a plutocracia nos transformou: num país selvagem, desprezível, oprimido por um grupo de poderosos que trata os brasileiros como gado.

5 comentários:

Nena disse...

Estão ultrapassando todos os limites, como se não houvesse teto. Hitler também pensou que seria eterno, mas não deu.

Anônimo disse...

Tudo péla questão religiosa dos batistas que só devem presdtação a Deus (deles)

Silvio Nobre disse...

Explendido artigo! Estou estarrecido desde cedo quando vi a noticia, e ao contrario do que esse despresivel e miseravel promotor disse nao foi "coincidencia" essa operçao pra prender o Guido no dia de hj, e sim pensada pra se aproveitar da situaçao emocional do ex-ministro e tentar conseguir incriminar o Lula, ja que estao desesperado pra conseguir provas contra ele. Canalhas nazistas satanicos!!!

Ralph Panzutti disse...

Hitler foi aplaudido. Mussuline Também. Se sabemos esta história, vamos deixar que se repita!. Os movimentos sociais e as lideranças democráticas terão que reagir com firmeza.
Será que somos também um povo covarde........

Anônimo disse...

As Raposas invadiram o Galinheiro ... !!!
Isto, é só o começo, e, irá piorar muito ... !!!
Quem não enfrentou, não governou ... !!!
Quem pode mais, chora menos ... !!!
Agora é correr atrás do prejuízo ... !!!
Phodeu !!!