segunda-feira, 12 de abril de 2010

Revista Veja partidariza as enchentes



O atento André Lux, do blog “Tudo em cima”, juntou as duas capas da Veja sobre as enchentes que vitimaram paulistas e cariocas. Na capa sobre o desastre em São Paulo, de fevereiro, a revista demotucana culpa exclusivamente a natureza – “uma rara combinação de fatores atmosféricos é a causa do dilúvio” –, limpando a barra do presidenciável José Serra.

Já na sua última edição, a capa da Veja afirma que “culpar a natureza é demagogia”. Ela responsabiliza os políticos – no caso, dois aliados do presidente Lula – que dão “barracos em troca de votos”. Como afirma o blogueiro Rodrigo Vianna, a Veja deixou de ser um veículo jornalístico. “Hoje, é um panfleto. Que usa morte e tragédias para fazer política – com p minúsculo”.


.

4 comentários:

INFORROCK disse...

P.Q.P. pior que é a mais pura verdade!!!
Nota 10 para vocês!
[ ]s

MARCO disse...

Revista inVeja: tem tonto que lê, tem otário que compra, tem burro que assina e tem idiota que acredita.....

Luiz Tiago disse...

Não sei em quem acreditar, na veja ou nas pesquisas do data folha/globope. Alguem pode me ajudar?

Eudes Baima disse...

A correta denúncia do "jornalismo" lamentável da igualemente lamentável Veja não pode obscurecer o fato de que o resultado das enchentes, tanto no Rio como em S. Paulo, é produto da política de superávit fiscal, de sucateamento do serviço público, de desmonte do aparato estatal levado a cabo pelos governos de ambas as cidades. O fato de Paes e Cabral serem aliados de Lula revela, nesse caso, uma contradição do Presidente, cujo mandato popular, dado e redado, tinha e tem o conteúdo de ruptura com essa gente, tanto do tipo Cabral como do tipo Serra!