quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Blogueiro é encontrado morto em SC



Por Altamiro Borges

O blogueiro Hamilton Alexandre, o Mosquito, foi encontrado morto em seu apartamento, em Palhoça, Santa Catarina, na tarde de ontem (13). Segundo a polícia, tratou-se de "suicídio por enforcamento". A rápida conclusão, porém, não convenceu seus amigos e familiares, que exigem rigorosa apuração do caso.


Com suas "tijoladas" na internet, Mosquito fez inúmeros inimigos. Nos últimos tempos, ele alertou que estava sendo ameaçado. Na semana retrasada, ele anunciou o fim da sua página: "O blog Tijoladas acabou para eu continuar vivo. Não é uma capitulação. Não mudei meu modo de pensar. Não mudei minhas convicções".

Mosquito ganhou fama nacional ao denunciar um caso de estupro em Florianópolis, envolvendo o filho de um diretor da poderosa RBS, afiliada da TV Globo. A mídia corporativa abafou o escândalo, só noticiado pela TV Record (vídeo acima).

Eu conheci o inquieto e irreverente Mosquito no I Encontro dos Blogueiros Progressistas, em agosto de 2010, no auditório do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo. A sua morte não pode ser abafada. O que se exige é que o caso, bastante estranho, seja apurado com rigor!

3 comentários:

Adroaldo Bauer disse...

De Vladimir Herzog e Manuel Fiel filho também deram a versão ligeira e rasa atestada pelo legista Harry Shibata, de que haviam se suicidado por enforcamento nas celas.
Aquela gente subordinada do general Ednardo D'Ávila Mello, deposto por esses crimes do comando do II Exército, anda por aí impune nas sombras do poder real, aquele dos donos dos meios de produção e também dos de reprodução ideológica.

leleka disse...

Mais um caso que não vai dar em nada porque quem pratica são os que detém a hegemonia da informação aqui nos garrões do Brasil...Elles podem fazer o que quiserem que nada tem repercussão...dá até embrulho no fígado da gente...Até qdo vamos ter que suportar essa gente escrota?!

Anna Banana disse...

É uma grande lástima, um lugar tão lindo como SC albergar uma corrupção tão grande. A grande Florianópolis é o paraíso da corrupção, dos desmandos, dos crimes, impetrados até pela polícia. O Mosquito denunciou muitas falcatruas, até mesmo dos tribunais, do judiciário. A corrupção corre solta por lá, dá embrulho no estômago. Quem se encanta e quer morar por lá, tome cuidado. A delegada encarregada do caso de estupro, levou 40 dias - eu disse quarenta dias - para chamar os deliquentes responsáveis pelo crime. Um é filho de Sérgio Sirotski, diretor da RBS de lá e outro é filho de um delegado de polícia muito conhecido.