quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Míriam Leitão: a urubóloga surtou!

Por Altamiro Borges

A colunista Míriam Leitão, que rala em quase todos os veículos da famiglia Marinho - TV Globo, GloboNews, jornal O Globo, rádio CBN -, surtou de vez! Talvez seja o cansaço. Em seu comentário nesta quinta-feira (8) na CBN - a rádio que toca mentira -, ela afirmou que as vaias ao Judas Michel Temer são injustas. "Críticas ao presidente são por insatisfação com decisões tomadas antes de sua posse. População ainda vive com inflação e desemprego, o que são os motivos das vaias. Medidas que serão tomadas pelo novo governo terão solução em longo prazo". Coitadinho do Michel Temer e da famosa "urubóloga", agora convertida a otimista de plantão da Globo.

Durante os governos Lula e Dilma, a jornalista foi implacável nas críticas à política econômica do "lulopetismo". Tudo estava errado e levaria o país ao inferno, repetia diuturnamente. Seu pessimismo doentio lhe rendeu o apelido de "urubóloga" nas redes sociais. Míriam Leitão aplaudiu as vaias e os protestos contra a presidenta Dilma e festejou o "golpe dos corruptos" - para ela, um impeachment constitucional - que levou o ilegítimo e impopular Michel Temer ao Palácio do Planalto. 

De repente, não mais que de repente, o seu pessimismo deu lugar a um otimismo militante. O Brasil deixaria o inferno para ingressar no paraíso com as medidas da nova equipe econômica - bajulada por ela como "competente" e "eficiente". Austeridade fiscal, privatizações e as reformas trabalhista e previdenciária, entre outros amargos remédios neoliberais, libertariam o país da recessão. É certo que seu otimismo não durou muito tempo - o que talvez também ajude a explicar porque ela surtou de vez. Nos últimos dias, Míriam Leitão até fez críticas à "irresponsabilidade fiscal" do usurpador, que transformou o Palácio do Planalto num balcão de negócios, e exigiu pressa nas medidas impopulares. 

Mas isso, lamentou a ex-urubóloga na CBN, não justifica as intensas vaias contra o "presidente" que ecoaram no Maracanã, na abertura dos Jogos Paralímpicos, e nas centenas de protestos que tomam conta do país pelo "Fora Temer". Ela jura que "as medidas que serão tomadas pelo novo governo terão solução em longo prazo". Míriam Leitão é uma otimista inveterada. Podia até ser chamada para ser porta-voz do Judas Michel Temer ou do ministro Henrique Meirelles. No mínimo, como sugeriu o jornalista Leandro Fortes, ela mereceria ganhar o prêmio de "funcionária do mês" da Rede Globo.      

*****

Funcionária do mês

Por Leandro Fortes, no Facebook

Eu tenho a impressão que deve haver algum tipo de premiação interna, nas Organizações Globo, uma viagem a Miami com Ali Kamel, talvez, para o funcionário que se superar na bajulação.

Só uma coisa dessas pode justificar a coragem, a desfaçatez, a ausência absoluta de senso de ridículo para culpar Dilma Rousseff pela monumental vaia dada ao golpista Michel Temer, no Maracanã, durante a abertura da Paraolimpíada.

Seja lá qual for esse prêmio (uma noite no jazigo de Roberto Marinho?), uma coisa é certa: depois dessa, Míriam Leitão merece até uma estátua no Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

*****

Leia também:




3 comentários:

Ralph Panzutti disse...

Seja qual for a premia cão, tem se que na década dec30bna Alemanha, os colonistas de plantão também , mentiram, criaram factoiodes tudo para justificar a ida de Hitler ao poder. Deu no que deu.Agora esses não escaparam das mãos do povo pois eles não passarão. Eles sabem disso. Daí o desespero.

Anônimo disse...

Já, já, a Miriam PiG irá falar que a dupla Temer/Cunha é a mais honesta do Brasil !!!
E o pior, é que tem gente que acredita (como o Marcelo Tass)...

MARCO disse...

Quantos presidentes petistas se precisa para trocar uma lâmpada na globo ?