quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Espanha impõe censura e proíbe protestos

Por Altamiro Borges

A onda conservadora, que mostra a sua face no Brasil com os recentes protestos pela volta ao poder dos militares, está promovendo uma violenta regressão democrática no mundo. Na semana retrasada, o parlamento da Espanha - controlado pelo direitista Partido Popular (PP) - aprovou a chamada "Ley de Seguridad Ciudanana", que impõe a censura aos órgãos de imprensa, limita os protestos populares e aumenta a repressão aos imigrantes - em especial aos africanos que chegam ao país europeu através do Marrocos. A nova legislação relembra o período sombrio do franquismo - o regime fascista que imperou na Espanha por quatro longas décadas.

Entre outras medidas draconianas, a nova lei determina que "os estrangeiros que sejam detectados na linha fronteiriça [...] poderão ser rechaçados a fim de impedir sua entrada na Espanha". Ela também fixa multas de até 600 mil euros para os organizadores de manifestações contra o governo. Até o simples ato de filmar ou fotografar episódios de repressão policial passa a sofrer sanções. Já a violência policial poderá ser justificada com base em "denúncias, atestados ou atas formuladas por agentes da autoridade em exercício de suas funções que tenham presenciado os fatos". Ou seja: os protestos populares são proibidos, já a truculência das forças de segurança está totalmente liberada!

Nos últimos anos, em decorrência do vertiginoso aumento do desemprego - que atinge mais de 50% da juventude apta ao trabalho -, houve uma onda de protestos na Espanha. Ela ficou conhecida como a "revolta dos indignados" e gerou muitas esperanças. De imediato, porém, os seus efeitos não foram positivos. Os direitistas do PP venceram as eleições, garantindo a maioria no regime da monarquia parlamentarista. Mais recentemente, o movimento dos indignados resultou na criação de uma nova organização de esquerda, o Podemos, que cresce e ameaça o poder da oligarquia. A nova legislação visa exatamente conter esta possibilidade, aumentando a repressão às mobilizações populares.

5 comentários:

Jose Manoel Vega Garcia disse...

El PP es el mismo partido de Francisco Franco.am cortado todos los programas sociales som unos HP.

José Carlos Vieira filho disse...

O franquismo só vai acabar na Espanha com a volta da República.

Anônimo disse...

Estas medidas só farão com que a violência dos protestos aumente e por consequência tornará o Podemos mais visível e mais forte. Recentemente os políticos espanhóis estão aprovando leis estúpidas uma atrás da outra, como a que exigia do Google o pagamento por indexar notícias de jornais espanhóis. De tanto dar tiro no pé ficarão pernetas.

lorena disse...

Por gentileza, gostaeia de saber suas fontes pois, meu padrasto procurou informações na mídia local e não encontrou nada. Onde posso ler sobre esta "nova lei"?

Miro disse...

Oi, Lorena
Fontes:
http://elpais.com/tag/ley_seguridad_ciudadana/a/
http://www.rebelion.org/noticia.php?id=177301

abraços