sábado, 30 de março de 2013

FHC, o “imortal” da mídia tucana!

Por Altamiro Borges

O ex-presidente FHC oficializou na quarta-feira (27) a sua candidatura à cadeira número 36 da Academia Brasileira de Letras (ABL), antes ocupada pelo jornalista e escritor João Scantimburgo, falecido em 22 de março. A carta foi entregue pelo ex-ministro e cupincha Celso Lafer, que ficou famoso por retirar os seus sapatinhos nos aeroportos dos EUA numa prova cabal de servilismo. De imediato, a mídia tucana saldou a iniciativa do “príncipe” dos neoliberais. Para ela, FHC sempre foi um “imortal”.

Em entrevistas bajuladoras, o vaidoso tucano até tentou posar de humilde e afirmou que resistiu à ideia de se candidatar. “Minha reticência foi a de que não sou homem de letras e não queria criar constrangimentos por ter sido presidente da República. Mas agora, passados tantos anos da presidência e mantida, se não mesmo que ampliada, a convicção de vários membros da ABL de que eu deveria juntar-me a eles, acabei por concordar”, afirmou FHC.

A mídia tucana nem citou a célebre frase do ex-presidente: “Esqueçam o que eu escrevi”. Ela também evitou mencionar os escândalos de corrupção contra seu governo – como a compra de votos para a sua reeleição ou o sinistro processo da privataria tucana. A mídia ama FHC, o intelectual que liderou a onda destrutiva e regressiva do neoliberalismo no país. Ela já dá como certa a “imortalidade” de FHC e garante que ele terá a maioria dos 38 votos. Segundo a Folha tucana, esta “promete ser a eleição mais fácil de sua carreira”.

A ABL infelizmente virou um antro conservador, que tudo faz para obter os holofotes da mídia. Um dos últimos “imortais” indicados foi o “calunista” Merval Pereira, o serviçal da Rede Globo famoso por sua “vastíssima” obra literária – que ninguém conhece. No primeiro dia de inscrição para a vaga, a única candidatura apresentada foi a do ex-presidente. Outros interessados podem se inscrever em até 30 dias. Os “imortais” da ABL terão dois meses para eleger o novo membro.

4 comentários:

Anônimo disse...


Seria bom nos indicarmos o ex palhaço e deputado Tiririca, porque se le ganhar vai dizer pra gente o que ele viu por lá, além do cha mate leão com bolacha maria das 17:00 horas.

Mauricio disse...

FHC vai tomar chazinho com brioches com aquele estafeta da Globo, o Merval Pereira.

Anônimo disse...

Penso nos dois pontos fundamentais a animá-lo a entrar para a ABL:
1 - A vaidade do príncipe , ao se ver naquele fardão ( terá pensado em que império ou reinado imaginário e de qual galáxia ?).
2 - A última tentativa de sair do rodapé da história ( e se o Lula também conseguir entrar ,aí sim ,creio que o príncipe corte os pulsos (aliás o Lula deveria brincar com essa direitona,dizendo que quer se candidatar : seria divertida a repercussão )

ftimaleaum disse...

A ABL perdeu toda a sua essência.
José Sarney, Paulo Coelho, Merval Pereira e agora FHC. Virou mesmo um antro vaidosos sem o menor senso crítico. Alguém aí já tentou ler um trecho do livro de FHC chamado: Dependência e Desenvolvimento da América Latina? Não diz coisa com coisa. Triste.