terça-feira, 9 de setembro de 2014

Reinaldo Azevedo vai criar galinhas?

Por Altamiro Borges

A derrota dos tucanos nas eleições de 2010 fez o jornalista-anta Diogo Mainardi deixar sua coluna na revista Veja e sair do Brasil. Como é de família rica, ele optou por gozar o seu autoexílio em Veneza, na Itália. É mais chique! Agora, outro “calunista” da Veja também pode jogar a toalha. Na sexta-feira (6), Reinaldo Azevedo postou em seu blog: “Ainda não chegou a hora de eu ir criar galinhas, mas a tentação é grande”. Tem menos glamour, mas não deixa de ser uma opção de fuga! Afinal, o pitbull da Veja está angustiado com os desdobramentos da campanha eleitoral Além disso, o Grupo Abril, o galinheiro imundo onde ele presta seus serviços, está em crise e o clima não deve estar bom.

No que se refere à disputa presidencial, tudo deu errado para Reinaldo Azevedo. Ele nunca escondeu suas reservas diante do mineiro Aécio Neves. Já até escreveu várias postagens bem apimentadas, como é do seu estilo. No fundo, ele preferia que José Serra, o eterno candidato, fosse novamente o nome do PSDB para as eleições deste ano. Esse caso de amor não deu certo. Ele chiou, mas se curvou à disciplina partidária. Falou mais alto o seu ódio patológico aos “petralhas”, aos “mensaleiros” e aos “lulopetistas”. Mesmo a contragosto, o ativista da Veja passou a obrar seus textos em defesa de Aécio Neves. Mas de nada adiantou o esforço dele, da Veja e do restante da mídia tucana. O cambaleante empacou nos 20%!

Para piorar, com a trágica morte de Eduardo Campos, a ex-verde Marina Silva atropelou Aécio Neves, sem direito a teste do bafômetro. Imagina a amargura de Reinaldo Azevedo com o humilhante revés do PSDB, que pode ficar alijado do segundo turno após seis eleições presidenciais. Um vexame, uma tragédia! Por isso que ele revelou, na semana passada, sua tentação de criar galinhas. Ele detesta Dilma Rousseff, expressão maior do “lulopetismo”, mas também não confia em Marina Silva – também por causa da sua origem “lulopetista”. Para ele, a candidata-carona do PSB também pretende implantar os “conselhos bolivarianos” no Brasil, disfarçados na proposta da legenda da “democracia de alta intensidade”.

Diante deste cenário – Serra descartado, Aécio humilhado e a disputa entre duas “lulopetista” no segundo turno –, o pitbull da Veja advertiu os seus fanáticos leitores que o Brasil corria o risco de uma ditadura socialista. “Só a democracia, que deu à luz a Dilma e a Marina, pode salvar crentes e ateus das tentações do demônio do autoritarismo”, conclui o texto. Mas nem ele estava muito crente nesta possibilidade. Talvez já estivesse até procurando uma granjinha. Nesta semana, a revista Veja voltou a lhe dar esperanças com o factoide da “delação premeditada e premiada”. Hoje, porém, a pesquisa da CNT mostrou que não há salvação para Aécio Neves, para Reinaldo Azevedo e para as coitadas das galinhas!

*****

Leia também:








2 comentários:

José Giacomo Baccarin disse...

podia ir pentear macaco também

Ron da Silva disse...

Totalmente de acordo com você, esse tipo de jornalista/comentarista pré-pago, que se diz liberal mas não aceita uma única critica em seu blog é a melhor prova de que uma lei de imprensa deve ser implementada, o cara não pode dar opiniões do que quer e se esconder atrás da liberdade de imprensa, é vergonhoso. Boa analise Miro.
Ronaldo