sexta-feira, 6 de abril de 2018

Fascistas do MBL festejam no bordel Bahamas

Por Altamiro Borges

Saiu no site Folha, da golpista famiglia Frias: “Depois de cancelar o ato na avenida Paulista nesta sexta-feira (6) para festejar a prisão de Lula, o Movimento Brasil Livre remarcou a comemoração para a frente do Bahamas Club, em Moema. O dono da boate e hotel, Oscar Maroni, promete desde 2016 distribuir cerveja de graça nos arredores do seu estabelecimento quando o petista for preso”. Nada mais emblemático. Os fascistas mirins, que posam de falsos moralistas contra exposições de arte e destilam ódio contra artistas, pretendiam comemorar a prisão de Lula em um dos bordeis mais famosos do país, que alegra parte da cloaca empresarial nativa.

A festa, porém, brochou. Com milhares de pessoas diante da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, o ex-presidente Lula rejeitou a decisão do cangaceiro Sergio Moro, chefão da midiática Lava-Jato, e não se entregou à Polícia Federal. O Jornal Nacional, da golpista TV Globo, não pode transmitir a prisão no horário acertado e os fascistas mirins do MBL não tiveram o que comemorar. Segundo site da escrota revista Veja, a decepção foi grande. “Muita gente está esperando que Oscar Maroni, dono da casa liberal Bahamas, em Moema, cumpra a sua promessa... Por volta das 19 horas desta sexta, cerca de 300 pessoas, quase todas homens, se amontoavam na frente do endereço, algumas desde o meio-dia. O clima era de festa”.

“A chegada de Maroni ao local no início da noite causou comoção, com gritos e fotos. Em frente a pôsteres com fotos do juiz Moro e de Carmen Lúcia, instalados na fachada do estabelecimento, ele discursou para a plateia. Não há certeza do início da promoção, já que depende da efetiva prisão do político. Maroni prometeu que a bebedeira começa com a detenção e vai até a meia-noite do mesmo dia. Quem quiser entrar no estabelecimento precisa desembolsar 110 reais, mas 5 000 litros de cerveja devem ser liberados para o público fora da casa”. O gigolô Oscar Maroni, denunciado inúmeras vezes pelo crime de exploração e tráfico de prostitutas, é o novo herói dos fedelhos do MBL.

3 comentários:

Anônimo disse...

Quanto mais conheço quem está apoiando o golpe mais certeza tenho que estamos do lado certo.

Saudações democráticas.
Dilbert.

Antonia Cruz disse...

Moro e Cármen Lúcia,Foram homenageado no local apropriado. Segundo Jucá, "suruba pra todos" "com supremo com tudo".
Queria tanto saber da sinistra Cármen Lúcia, com tamanha homenagem o STF se agiganta?

João Luiz Pereira Tavares disse...

Bom.., desse lado [digo do lado MBL)]: Baco -- o deus do vinho -- & Dioniso (da mitologia grega).
Mas..., no entanto...
Enquanto isso..
No Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo..., os Comunistas ouviam missa de padres??? ¿MIS-SA?
[rsrsrs].